TRANSFERÊNCIA DE

Crédito à Habitação

A Creditudo disponibiliza as melhores soluções de Crédito Habitação.
Disponibilizamos os spreads mais competitivos do mercado, prazos/maturidades mais alargadas com taxas customizadas decorrentes de uma análise individual e proporcionamos excelentes condições para a realização de transferências de crédito.

Efetuamos a análise ao seu crédito sem qualquer custo associado.

A mudança para um futuro mais vantajoso.
Transfira o seu crédito habitação recorrendo dos nossos serviços – CREDITUDO.

Se tem Crédito Habitação noutra Instituição de Crédito, faça as contas e mude! Temos um conjunto de parceiros (Instituições Financeiras) que o podem ajudar nesta etapa fulcral, melhorando as suas condições financeiras e reduzindo a sua prestação mensal. Do que é que está à espera?

OS NOSSOS

SERVIÇOS

a) Análise e apoio técnico especializado
b) Disponibilização de propostas com spreads competitivos
c) Foco, rigor e objetividade em todo o processo

Factores a ter
em conta num processo

de transferência

de crédito

A transferência reside na realização de um novo contrato de financiamento e no cancelamento do anterior, pelo que é importante atender à atual condição financeira. Quem não tiver uma situação financeira estável poderá não ver o novo empréstimo aprovado.

Neste âmbito, há que atender à taxa de esforço, que não deverá ser maior do que 33%, significando esta percentagem que as despesas com créditos não deverão ser superiores a um terço dos
rendimentos do agregado familiar.

Para perceber se compensa mudar de banco para transferir o crédito habitação, há que olhar para a taxa atualmente contratada e para as que se encontram em vigor no mercado, atentando no spread, na Taxa Anual Efetiva Global (TAEG) e na EURIBOR (Euro Interbank Offered Rate). A EURIBOR é o indexante utilizado em Portugal para a taxa de juro variável e as suas oscilações produzem impactos na prestação
mensal a pagar.

Atualmente, uma vez que a EURIBOR se encontra em valores negativos e os bancos concorrem entre si para oferecer spreads cada vez mais reduzidos com vista a captarem clientes, o mais provável é ser vantajoso transferir, especialmente para quem contratou o seu empréstimo para comprar casa há uns anos. Quanto menor for a EURIBOR, menos se pagará mensalmente pelo crédito.

Por sua vez, a TAEG reflete o custo anual de um empréstimo, englobando todos os encargos respeitantes ao mesmo: prémios dos seguros exigidos (de vida e do imóvel) e comissões bancárias (de abertura do processo, de avaliação do imóvel, de processamento mensal e outras).

Muitas instituições financeiras têm vindo a reduzir o spread aplicado ao crédito habitação, pelo que fará sentido proceder à transferência do empréstimo da casa se o novo banco oferecer uma taxa mais baixa.

São muitos os bancos que oferecem uma bonificação no spread aos clientes que contratam outros produtos ou serviços da instituição, tais como seguros, cartões de crédito ou contas-poupança, por exemplo.

Como tal, deve perceber-se se os custos com a aquisição de tais produtos ou serviços são mais reduzidos do que os que se tem atualmente. Além disso, deve ainda comparar-se o valor do empréstimo com a bonificação e sem esta.
São muitos os bancos que oferecem uma bonificação no spread aos clientes que contratam outros produtos ou serviços da instituição, tais como seguros, cartões de crédito ou contas-poupança, por exemplo.

1. Comunicar ao banco escolhido o desejo de mudar de banco para transferir o crédito

2. Entrega de documentação

Documentos de identificação dos titulares do crédito habitação;
Últimos três recibos de vencimento para trabalhadores dependentes ou recebidos dos últimos seis meses para indivíduos que trabalhem por conta própria;
Declaração de entidade patronal;
Última declaração de IRS e Nota de Liquidação;
Mapa de Responsabilidades de Crédito do Banco de Portugal;
Caderneta Predial e Certidão de Teor;
Extrato bancário dos últimos três meses;
Comprovativos de IBAN e de morada.

3. Informar a instituição na qual se detém atualmente o empréstimo de que se vai transferir o crédito habitação

Esta comunicação tem de ser feita com 10 dias de antecedência e, após este período, pode-se avançar com o processo. Também é necessário referir que todos os créditos habitação são eventualmente reembolsáveis antecipadamente, ou seja, é possível optar pela transferência para outra instituição.

Primeiramente existe uma comissão de reembolso antecipado a considerar. Caso o contrato atual tenha uma taxa de juro variável, esta comissão não poderá ser superior a 0,5% do capital a reembolsar. Por outro lado, se o empréstimo tiver taxa de juro fixa, esta comissão não deverá ser superior a 2% do capital reembolsado. Isto significa que, no caso de um financiamento a taxa variável com um capital em dívida de 100 mil euros, o custo da comissão de reembolso antecipado ascenderá a 500 euros.

Existem ainda outras despesas e comissões a considerar, tais como: comissão de abertura ou de estudo; comissão de gestão; comissão de avaliação; custos com registos e escrituras; custos de solicitadoria e emolumentos notariais.

Escolha a Solução ideal para si

SIMULADOR

TRANSFERÊNCIA DE CRÉDITO À HABITAÇÃO

    *Campos do formulário obrigatórios
    1/3

    Proponentes*

    *Campos do formulário obrigatórios
    2/3

    *Campos do formulário obrigatórios

    Se pretender que analisemos gratuitamente o seu crédito, submeta por favor a seguinte documentação:

    • - Cópia do cartão de cidadão
    • - 3 últimos recibos de vencimento
    • - Comprovativo de NIB
    • - Comprovativo de morada
    • - Declaração de IRS

    Se pretender ser contactado, por favor escolha um horário:




    3/3